Resenha: "Tempo dos Anjos" (Angel Time) - Anne Rice

By 20:44


Crédito da Sinopse: Skoob


Primeiro livro da série Angel Time: The Songs of the Seraphim (que até pouco tempo eu não sabia que ia ter continuação \O/) e o primeiro livro da famosa escritora Anne Rice que eu leio, e já aguardo ansiosamente o lançamento dos próximos livros desta série, que eu me apaixonei.

Eu, eu sei, é estranho já começar dizendo que adorou o livro, sem antes fazer uma análise minuciosa, deixando o gostou e não gostou por último. Mas na verdade ainda estou no clima da história do romance, então as dificuldades para sair dela (mesmo já lendo outro livro) e ser imparcial é difícil, porém vale o esforço.


Sinopse


Toby O'Dare tem é um assassino de aluguel que tem a sua vida numa grande reviravolta depois que recebe a visita do anjo Malchiah, oferecendo a ele a chance de se redimir de seus pecados. O´Dare, que um dia aspirou entrar para o seminário, mas teve sua vida virada pelo avesso após uma tragédia pessoal e tornou-se um homem frio, inicia então uma viagem no tempo, sendo levado à Inglaterra do século XIII, onde torna-se protetor de um casal judeu erroneamente acusado de ter assassinado a própria filha, convertida ao cristianismo. Repleto de reflexões morais e religiosas e dotado de magnífica reconstrução histórica, Tempo dos anjos aborda, com a narrativa envolvente de Anne Rice, a dificuldade humana para conciliar amor, fé e razão.

Admito que eu tive um problemas para começar a ler este livro devido a linguagem empregada no mesmo. Todo autor tem um estilo de escrita, e da autora em questão, Anne Rice, é bem diferente do que eu estou acostumada a ler, assim como aconteceu também quando comecei a ler Jane Austen (aguardem matéria especial da minha diva!), mas felizmente consegui me acostumar, apesar de o começo do romance ser bem confuso.


A história em sim só passa a ficar interessante com o aparecimento do anjo Malchiah em diante. O resto, leiam para saber.


O que mais me chamou a atenção neste livro foi o conflito da bondade com a corrupção do mundo e a fé em Deus, tão bem sintonizadas e caracterizadas. A personagem Toby é um exemplo de uma pessoa corrompida pela maldade e injustiça do mundo, assim como tantas pessoas que conhecemos, e o mais interessante é que ele questiona as ações de Deus na humanidade, esquecendo que temos livre-arbítrio. Acabei de lembrar de outro romance magnífico que também é muito parecido com Tempo dos Anjos nesta questão, que seria o romance A Cabana de William Young, que trata, mesmo de forma diferente não deixando de ser parecido, com a levantada questão. 


Anne Rice fez uma caracterização dos anjos de forma muito doce e pura, assim como eu sempre imaginei, o que torna a história apaixonante, mesmo em meio ao conflito.


O que é mais interessante ainda é como as Divindades estão ganhando na espaço na Literatura Moderna. As pessoas estão cada vez mais buscando uma fundamentação divina para suas vidas, e recentemente a Literatura vem refletindo isso. Não sei se é o caso de Anne Rice, no entanto a beleza com o que ela descreveu as divindades do livro, além da incessante bondade de Deus é de deixar em lágrimas, além da surpresa que o final aguarda.


Não posso deixar de mencionar a questão religiosa, judaísmo X cristianismo que é levantada no livro. Apenas lembrando que rixas entre religiões para mim não é o foco principal do romance, assim apenas comento que, há erros e acertos dos dois lados, e o que é legal que a própria autora, mesmo que indiretamente e de forma imparcial, deixa isso bem claro.


No geral, Tempo dos Anjos é um ótimo romance, que faz refletir e sonhar com as Canções dos Serafins.


Encerro esta resenha com a doce oração:


Anjo de Deus querido guardião,
A quem o amor de Deus aqui me confia
Sempre e para sempre, eu te agradeço.


Anne Rice

Leia também

2 comentários

  1. Nunca li nada desta autora, mas já que recomendou vou ler este livro.
    Quero novamente deixar meus parabéns pelo ótimo blog.
    um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Foi o meu primeiro livro que eu li da Anne Rice e não fiquei decepcionada.

    Abraço e boa leitura.

    PS: mais uma vez obrigada!

    ResponderExcluir

Hey ;) Obrigada por deixar o seu comentário e volte sempre!