Resenha: A Ilha do Tesouro - Robert Louis Stevenson

By 22:20

Título Original: The Treasure Island
Autor: Robert Louis Stevenson
Ano de Publicação: 1883/ Edição de 2002
ISBN: 85-7232-480-1
Editora: Martin Claret
Sinopse: Jim e seus companheiros navegam em busca do tesouro do lendário capitão Flint. Cheios de confiança, eles nem imaginam que estão à mercê de bandidos sanguinários. Agora, só muita astúcia e coragem conseguirão salvá-los de Long John Silver, o pirata mais esperto que já cruzou os mares... Suspense e aventura num romance que há mais de cem anos fascina leitores de todas as idades.





Mais um clássico, dessa vez da literatura juvenil. Eu li este livro ainda criança em versão adaptada para a linguagem infantil, e finalmente agora li a versão original. As diferenças entre ambas são gritantes, pois por se tratar de uma história de piratas, há cenas de violência até um pouco pesadas dependendo da faixa etária de quem lê.

O livro é narrado em primeira pessoa pelo personagem Jim Hawkins que tem sua vida transformada depois que um estranho passa a residir na pensão de sua família. O estilo narrativo dá a impressão que os fatos estão sendo contados muitos anos depois do ocorrido, simplesmente por que um garoto da idade de Jim no tempo cronológico onde se passa a história não narraria o livro como ele, o narrador, conta.

O personagem que ganha muito destaque durante todo o livro é o “amável” e sanguinário John Silver, que protagoniza a vilania e ambiguidade de personalidade assustadora. Ele é capaz de qualquer coisa - desde trair amigos para defender os seus interesses - o que fica muito evidente na terceira parte do livro.

Talvez o que tenha me incomodado um pouco na aventura foi a falta de profundidade dos personagens, que salvo Silver e até mesmo Jim, os outros companheiros de aventura não ganham tanto destaque e desenvolvimento, mesmo eles sendo importantes. No entanto, Jim cresce no sentido de participação na história nos últimos capítulos do livro, sendo ele o grande salvador do dia. Eu esperava mais informações a respeito dele depois dos fatos narrados no livro, mas o autor acabou por não revelar muita coisa, nem mesmo sobre sua mãe que simplesmente some depois que o navio Hispaniola e sua tripulação de caça ao tesouro parte da Inglaterra. Gosto de tramas de bem amarradas na questão dos detalhes, o que faltou um pouco para a história.

Tirando esses pequenos deslizes, a aventura é de tirar o fôlego e cada vez mais o tesouro parece ser algo inalcançável, e o terror pelo seu dono original, Capitão Flint, não ajuda nas buscas e consagra A Ilha do Tesouro como uma aventura inesquecível.

Classificação:



Leia também

2 comentários

  1. Também gosto de clássicos e este ainda não li, para dizer a verdade, acho que não conhecia, digo "acho" pois "Capitão Flint" não me parece estranho.

    Como sempre uma ótima resenha.

    Abraços,

    Gisela

    @lerparadivertir

    LerparaDiverir

    ResponderExcluir
  2. O capitão Flint é bem famoso, Gi, mesmo para quem não leu o livro =)

    ResponderExcluir

Hey ;) Obrigada por deixar o seu comentário e volte sempre!