[Top 5] Cinco Filmes Clássicos que me apaixonei recentemente

By 17:44 , , , , , , , , , ,




Ah os clássicos do cinema! Quem diria que eu finalmente me apaixonaria por eles, até eu me surpreendi. Mas é como dizem, você cresce, amadurece e passa a apreciar coisas que até cinco anos antes (quando eu criei o blog) eu talvez não gostasse como hoje. Isso não inclui somente o cinema, os livros e músicas também se enquandram nisso.

Refletindo sobre esse assunto, resolvi listar cinco filmes considerados clássicos que eu tive o prazer de assistir recentemente e que se tornaram meus favoritos. Claro que com o tempo pode acontecer dessa lista mudar conforme eu vá assistindo mais filmes, ou até mesmo se eu rever alguns destes aqui listados. Porém hoje esses são os que eu me apaixonei:




5

Taxi Driver



Dirigido por Martin Scorsese e estrelado por Robert De Niro, o longa de 1976 se passa em Nova York e conta a história de um jovem de 26 anos chamado Travis Brickle que sofre de insônia e se alega ex fuzileiro naval. Ele é um pouco perturbado pela falta de sono e por isso, resolve trabalhar como taxista durante à madrugada. De dia assisti filmes pornôs em um cinema bem ruim e observa a periferia de Manhattan, nutrindo desprezo por aquilo que ele chama de escória que contamina a sociedade.

O que mais chama a atenção de Taxi Driver logo de cara é como Nova York é retratada de uma forma bem mais realista do que em outros filmes. É mais brutal e sujo do que o glamour nova iorquiano normalmente retratado em outros longas, principalmente os das décadas anteriores de Taxi Driver. Nem preciso comentar que a atuação do De Niro é marcante, com cenas que entra ano e passa ano, ainda vemos referências por aí, principalmente na internet como o gif aí em cima...

De início eu não tinha ideia onde a história iria parar, porque você pensa que o plot não vai a lugar nenhum... Até que... Opa. Spoilers! Eu realmente me surpreendi com o rumo da história, principalmente o final! Por causa disso, mereceu o quinto lugar da listinha ;)

4

Scarface



Scarface é um remake do filme de mesmo nome de 1932 algumas décadas depois refilmado em 1983 por Brian de Palma, estrelando ninguém menos do que o maravilhoso coisa linda de Deus Al Pacino. Conta a história de um refugiado cubano chamado Tony Montana e sua saga quando deixa a terra de Fidel para fazer a vida na Flórida, EUA e acaba se tornando um dos maiores chefões do narcotráfico.

Muito sangue e violência permeam todo o filme, mas sem ser aquela coisa gratuita e exagerada que vemos por aí. É brutal e cruel e aos poucos vemos a decadência do Tony principalmente relacionado ao vício da cocaína. Ao mesmo tempo que ele "sobe na vida" a queda dele também é grande. Preciso comentar sobre o Al Pacino? Não né, porque se não vou dar uma fangirl de forma bem constragedora haha, mas ele está fantástico, até engraçado em algumas cenas.

Outro filme que marca, com um roteiro muito bem organizado, atuações ótimas, boa fotografia e uma trilha sonora que é sensacional! Quarto lugar com muito amor 


3

Pulp Fiction - Tempos de Violência


Claro que o badass mothefucker Tarantino não ia ficar de fora rs. Pulp Fiction foi o primeiro filme do diretor que eu assisti, este que foi lançado um ano depois que eu nasci em 1994. Com um estilo único de narrativa (praticamente de trás para frente e em "recortes") conta três histórias: dois assassinos profissionais, um gângster e sua esposa, um boxeador que foi comprado para perder a luta e um assalto numa cafeteria em Los Angeles - ah tudo isso interligado para ficar mais divertido. O elenco conta com grandes nomes como Samuel L. Jackson, John Travolta, Uma Thurman e Bruce Willis.

Pulp Fiction quando você assiste pela primeira vez pode parecer totalmente sem pé e nem cabeça, mas aos poucos a história vai ganhando forma e fazendo total sentido, isso com um roteiro muito rico em diálogos, ironia, humor e claro, muita violência. Porém o que faz eu gostar tanto desse filme é justamente a narrativa criativa dividida em capítulos e os personagens extremamente carismáticos, como os dois bandidos Vicent Vega e Julies Winnfield que sãos os meus personagens favoritos.

Com cenas memoráveis e uma trilha sonora que eu viciei horrores, creio firmemente que Pulp Fiction vai ficar entre os meus filmes favoritos por muito, muito tempo. 

2

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain



Saindo de um universo para outro completamente diferente, O Fabuloso Destino de Amélie Poulain foi amor à primeira vista, literalmente. Filme francês de 2001 dirigido por Jean-Pierre Jeunet, conta a história de Amélie uma garota que foi privada do contato com outras crianças desde a infância e com isso cresce com dificuldades de lidar com as pessoas no dia-a-dia. Até que certo dia, depois de se mudar para um novo apartamento na cidade de Montmartre, ela encontra uma caixinha cheia dos pertences do antigo dono e resolve entregar a ele. Vendo o quão contente ele ficou, Amélie se engaja em fazer em pequenos gestos para tornar as pessoas ao seu redor mais felizes, até um conhecer um certo rapaz...

Amélie é muito, muito amor, tanto que é a minha foto de perfil ali na barra lateral. É aquele filme que você se apaixona logo de cara nas primeiras cenas - pelo menos foi assim comigo. A fotografia e as paletas de cores são o que mais chama atenção por serem muito bonitas e por dar um tom quase nostálgico ao filme. Isso juntamente com uma trilha sonora belíssima e uma história bem peculiar, fazem de O Fabuloso Destino de Amélie Poulain meu xodozinho 




Menção Honrosa


Bonequinha de Luxo 



Breakfast at Tiffany's ou Bonequinha de Luxo no português é um filme de Blake Edwards de 1961 de comédia e drama estrelando a lindíssima da Audrey Hepburn baseado no livro homônimo de Truman Capote. Conta a história da jovem socialite e acompanhante de luxo Holly Golightly que sonha em se casar com um homem rico e ser tornar uma atriz famosa de Hollywood, motivo que leva a moça a se mudar para Nova York e se deixa ser sustentada por um mafioso. Ao mesmo tempo, ela se envolve com o seu vizinho e escritor Paul Varjak a quem ela passa a confiar como um amigo pela forma desinteressada que o rapaz a trata, porém ela acaba por se apaixonar por ele contrariando os seus sonhos de ser rica.

Por mais frívola que Holly possa ser, é impossível não se encantar com ela pelo seu jeito engraçado e dócil de lidar com a vida, seja nos momentos bons e ruins. O carisma da personagem é o que move o filme e o final é aquela típica história de amor super romântica e água com açúcar do jeito que eu gosto haha. Com certeza eu vou procurar mais filmes da Audrey para ver, mas por enquanto Bonequinha de Luxo fica com a menção honrosa  




E o primeiro lugar vai para.....










1
O Poderoso Chefão



Ah o que falar desse filme hein? Foi até difícil escolher entre o primeiro e o segundo filme (que são os meus favoritos, apesar de eu adorar o terceiro também) porque depois que eu assisti, eu não sei se vou gostar tanto de uma trilogia como os longas de Francis Coppola. Lançado em 1972, O Poderoso Chefão é uma trilogia com a parte II lançada em 1974 e a parte III em 1990. Baseado no romance homônimo de Mario Puzo, conta a saga da família mafiosa Corleone durante mais ou menos trinta anos. Estrelado por Marlon Brando, Al Pacino, James Caan entre outros - inclusive De Niro participa do segundo filme!

Aclamado como um dos melhores filme de todos os tempos, o título é de grande merecimento. O mérito do filme para mim são centradas em duas coisas: um roteiro sólido e grandes atuações, coisa que é um pouco difícil de dar certo. Muitas vezes o filme tem um roteiro bom mas as atuações deixam a desejar ou vice-versa, o que não é o caso aqui - com exceção do terceiro filme que a Sophia Coppola quase estraga com sua atuação bizarra lol. 

Junte tudo isso com um diretor talentoso e que entende o plot do filme muito bem e pronto, temos uma história que marca o cinema e continua sendo referência anos depois do seu lançamento. Jargões do filme são vistos em tudo quanto é canto da cultura pop e na internet - como esse aí em cima, para ter ideia até nas HQs de Doctor Who eu já vi referência.

Eu tenho um amor pelo Michael Corleone desde o primeiro filme e acompanhar o crescimento e amadurecimento dele com glórias e tragédias foi uma experiência e tanto. Considero Michael um dos meus personagens favoritos do cinema. E foi por causa da atuação maravilhosa de Al Pacino que eu me apaixonei também por ele como ator haha.

Mas tirando tudo isso o que eu mais amo em O Poderoso Chefão é em como o filme é elegante, até mesmo nas cenas mais violentas. Eu preciso comentar da trilha sonora? Primeiro lugar e eu duvido algum outro filme tirar o posto 



Leia também

0 comentários

Hey ;) Obrigada por deixar o seu comentário e volte sempre!