[Projetor] Mr. Robot - 2ª temporada

By 12:20 , , ,



Contém spoilers da 1ª temporada!

O que foi essa segunda temporada?

É o que eu me perguntei depois que eu assisti a season finale essa semana da segunda temporada de Mr. Robot - que já ganhou o posto de uma das minhas séries favoritas. 


Depois de uma primeira temporada com uma grande reviravolta nos últimos episódios - porque nunca que eu iria adivinhar que o pai do Elliot está morto e as aparições dele são apenas um alter ego do personagem - já iniciei a segunda temporada com grandes expectativas para o que viria.

Após o bem  sucedido ataque hacker tendo como alvo a grande corporação Evil Corp no final da temporada passada, as coisas tomaram um rumo completamente obscuro na vida de Elliot, dos membros da Fsociety incluindo sua irmã Darlene e por último, Angela. Os primeiros episódios apenas deram um gostinho do que poderia acontecer, mostrando todo o país atrás dos responsáveis pelo 9 de Maio - como ficou conhecido o dia do ataque - e as consequências catastróficas do ocorrido. 

A temporada iniciou com altos e baixos e alguns sub-plots que pareciam que não iam a lugar nenhum, como a questão do relacionamento entre o Ray e o Elliot e a própia storyline da Angela que, se não fosse pelos últimos episódios, eu continuaria achando que ela é uma personagem que não acrescenta em muita coisa ao plot principal da trama.

Vemos finalmente algumas perguntas serem respondidas sobre a origem da Fsociety, alguns flashbacks sobre o passado da família Alderson e até mesmo os primeiros encontros de Trenton, Romero e Mobley. Nessa season, eles são liderados por Darlene que assume o posto enquanto o Elliot lida com seus próprios demônios e problemas. 

Muita gente na internet andou dizendo que a Darlene poderia facilmente substituir o irmão e eu concordo, mas é visível que a personagem possui uma frieza incomum, algo que Elliot não tem. Nisso é de se comparar com a própria Angela na falta de empatia, que praticamente virou outra pessoa do dia para noite. A diferença é que a Darlene você gosta dela mesmo com todos os defeitos, a Angela já é mais difícil e particularmente eu passei a detestar a personagem nessa temporada.

Outra personagem que merece atenção é Dominique DiPierro, uma agente do FBI que está investigando o caso 9 de Maio que praticamente vira uma inimiga da Fsociety por ser também muito esperta. Ela brilha em vários momentos e Grace Gummer e o Sam Esmail estão de parabéns por trazer uma personagem tão interessante à vida de forma realista, sem essas firulas de girl power que eu detesto. 

Mas quem brilha mesmo, muito mesmo é o Rami Malek junto com o Christian Slater que entregam uma atuação muito competente e no ponto. O conflito dos dois personagens é o que carrega essa segunda temporada até o fim. De um lado temos Elliot querendo colocar um ponto final nessa história toda de revolução. Do outro, temos seu alter ego agindo "pelas costas" para seguir com o plano até às últimas consequências - ou seja, Elliot não pode confiar nele mesmo. Há cenas muito tensas no começo da temporada desses conflitos e para ambos chegarem a um acordo parece quase que impossível. Eu já falei que eu adoro conflitos psicológicos e tivemos um prato cheio nessa temporada. 




A série ainda conseguiu explorar muito mais formas de narração que deixam o espectador ansioso para entender e saber o que está acontecendo. Sátiras como no episódio 2x6 - eps2.4_m4ster-s1ave.aes que inicia tirando sarro dos sitcoms dos anos 80 e 90, que inclusive considero o mais genial da temporada, a trilha sonora às vezes zombando da situação dos personagens, a quebra da quarta parede quando Elliot se redireciona ao telespectador em muitos momentos, dentre outros, deixam a série em outro patamar narrativo. 

Nem tudo é o que parece em Mr. Robot e muitas vezes quem assiste se surpreende. Dessa vez não foi diferente, pois tivemos praticamente dois plot twists e uma season finale de arrancar os cabelos. Muitas perguntas ainda precisam serem respondidas, o destino de alguns personagens está incompletamente incerto e eu não faço a mínima ideia do que vai acontecer na próxima temporada - mas essa é a graça da coisa, certo? =P

Com altos e baixos, algumas bombas aqui e ali, a segunda temporada de Mr. Robot leva a trama para um destino incerto, obscuro e distópico, já antecipando o que eu espero que seja outra grande temporada no próximo ano. 

Considerações finais:

- Tenho que dar os parabéns ao Rami pelo Emmy Awards que ele ganhou na semana passada na categoria de Melhor Ator Dramático, para Chrstian como Melhor Ator Coadjuvante e para o cast como Melhor Série Dramática no Globo Ouro! Ufa! Muito Merecido! 


- Nem preciso mencionar que a trilha sonora dessa temporada tá sensacional, né? Já é de praxe!

- Recomendo esse texto super bacana do Bloggallerya sobre o melhor episódio, o 2x6 - eps2.4_m4ster-s1ave.aes que eu mencionei :)




Título: Mr. Robot
Canal: USA Network
Gênero: Thriller psicológico, Drama, Crime
Ano: 2016
Produção: Sam Smail, Steve Golin, Igor Srubshchik, Chad Hamilton
Roteiro: Sam Smail
Episódios: 12 (60 min) 

Leia também

0 comentários

Hey ;) Obrigada por deixar o seu comentário e volte sempre!