[Projetor] La La Land - Cantando Estações

By 21:15 , ,



Ah os musicais... É bem evidente que nas últimas décadas os palcos da Broadway dominaram espetáculos musicais - prova disso é o sucesso recente de Hamilton e a montagem de Les Misérables voltando ao Brasil este ano, depois de grande sucesso nos primeiros anos de apresentações. 

No entanto, Hollywood também possui um legado de ouro de filmes musicais que marcaram épocas como Singing in the Rain - 1952   Broadway Melody - 1929 e The Wizard of Oz - 1939 e os mais recentes Moulin Rouge - 2001 e Chicago - 2002  para citar alguns. La La Land resgata um pouco desse legado de forma bem carinhosa para os dias de hoje.

O filme conta a história de Mia (Emma Stone) uma jovem aspirante a atriz e barista e Sebastian (Ryam Gosling) um músico de jazz desempregado e sem dinheiro que se conhecem quase que por coincidências e acabam se apaixonando. Juntos o casal busca realizar seus mais tenros sonhos em Los Angeles, mas a vida nem sempre segue o curso que imaginamos.


O que encanta em La La Land é justamente a simplicidade da história que desde o começo não tem nenhum tipo de pretensão de ser "intelectual" ou "inovadora". A graça do filme é ver o desenrolar dos acontecimentos do casal protagonista nos nossos tempos no qual ambos se encaixariam em algum dos filmes citados, mas ao mesmo tempo sem perder o brilho de uma história de amor à lá os contos de fadas. 

Ultimamente, eu tenho dificuldade de assistir filmes recentes de Hollywood por essa vontade cansativa dos roteiristas em forçaram críticas a isso ou aquilo de forma pretensiosa e arrogante, enquanto que o entretenimento fica completamente de lado. Com o longa de Damien Chazelle - mesmo diretor de outro filme espetacular que também tem o jazz como tema, Whiplash - temos duas horas de escapismo da realidade com uma fotografia belíssima de uma Los Angeles de sonhadores, ajudada pelas paleta de cores vivas do filme, incluindo até os figurinos. 


O carisma dos personagens também é destaque e de fato, a química entre Stone e Gosling carrega o filme inteiro até a última cena. A trilha sonora é bem nostálgica, típica de filmes dos anos 40 e 50, e sem dúvidas, minha canção e momento favorito foram com A Lovely Night, cantada e dançada pelo casal protagonista. Há vários momentos bem surreias e mágicos durante o filme, lembrando até mesmo cenas de clássicos infantis da Disney o que não é nenhum desmérito, muito pelo contrário, sem mencionar as diversas referências aos filmes clássicos do gênero. 

Com o sucesso de La La Land, que recebeu 14 indicações ao Oscar deste ano e está com ótima bilheteria, é visível que o público em geral gosta de filmes dessa simplicidade e magia, sem exageros e "forçação de barra" com diversos temas. É um respiro de alívio bem vindo de uma Hollywood que ainda se recorda da sua era de ouro esquecida, e mostra que o cinema ainda tem o poder de encantar e emocionar. 



Título: La La Land 
Ano: 2016
Direção: Damien Chazelle
Roteiro: Damien Chazelle
Gênero: Musical, Drama, Comédia
País: EUA

Leia também

0 comentários

Hey ;) Obrigada por deixar o seu comentário e volte sempre!