#NaPlaylist: London Grammar

By 21:29 ,


Uma das grandes revelações da música britânica nos últimos quatro anos foi o trio London Grammar. Formada em Nottingham, Inglaterra - mesma terra de outra revelação da música, o cantor Jake Bugg - o trio é formado por Hanna Reid, Dominic Major e Dan Rothman. O grupo faz parte de um gênero musical pouco conhecido, o downtempo ou trip rock, estilo essencialmente inglês que surgiu nos anos 90.

Com um ar melancólico e surreal, embalado pela voz poderosa, mas ao mesmo tempo suave de Hanna, London Grammar conseguiu chamar a atenção da mídia e do público já no disco de estréia, If You Wait (2013). 

O que é bem curioso, pois é impossível negar que nas últimas décadas os artistas, em especial os mais conhecidos estão ficando cada vez mais plastificados e com músicas artificiais, cheias de auto-tune e exageradamente altas. Contudo, graças a Deus, bandas como o London Grammar vão na completa contramão do que se toca nas rádios hoje em dia.

Tenho um carinho especial pelo single Strong do primeiro álbum do grupo que foi uma das músicas que mais escutei no último ano. Com uma letra poderosa e muito bonita, a canção retrata bem um período turbulento da minha vida, cheio de dúvidas, inseguranças e medos, mas que agora eu olho para trás e vejo o quanto que tudo isso me fez crescer muito como ser humano. Sendo assim, Strong tem um lugar especial no meu coração:



Recentemente a banda lançou três belíssimas músicas novas que estarão no próximo disco do trio que sai este ano, o Truth is a Beautiful Thing. Gosto em especial da canção Big Picture por conta do seu refrão marcante, seguida por Root for You e a música que leva o nome do disco. Para a alegria de muitas, a banda veio para ficar e é com ansiedade que aguardo o segundo álbum ;)






Leia também

0 comentários

Hey ;) Obrigada por deixar o seu comentário e volte sempre!