[Resenha] Alquimia da Tempestade e Outros Contos - D. G. Ducci

By 21:12 , , , ,



Na vida de um poeta, minha amada,
sofrer é ter razão de uma existência, porém uma existência desgraçada...


Com estas palavras carregadas da amargura de um jovem poeta que descobre as desilusões da vida, retiradas do poema Madrugada, D. G. Ducci resume em poucas palavras não somente a sua trajetória - ou podemos dizer de seu personagem - mas todos os percalços de poetas que já viveram e morreram antes dele.

Alquimia da Tempestade e Outros Poemas é dividida em quatro partes. Nas duas primeiras encontramos a biografia de um poeta que nasce e contempla as delícias da vida e dos primeiros amores. O autor traça a jornada do Eu lírico com poemas cheios da alegria juvenil e paixões, onde as preocupações soam pífias se comparados com os tons narrativos dos poemas da última parte, onde vemos um eu lírico mais maduro e que já presenciou alguns sofrimentos.

No entanto, o Eu lírico já demonstra na fase inicial uma preocupação em querer ser verdadeiro para consigo mesmo e com tudo ao seu redor, o que irá se mostrar essencial nos poemas finais.


Os poemas acompanham fases diferentes da vida do eu lírico que vai se transformando aos nossos olhos em cada verso lido, como uma metamorfose. Não é simples. No entanto é assim como em qualquer poesia, o leitor tenta compreender o significado dos versos contidos, o que deixa a leitura da coletânea mais interessante, se não intrigante. 

Lembro que senti a mesma coisa quando li alguns poemas de Álvares de Azevedo e Fernando Pessoa. Percebe-se que o autor bebeu muito da fonte deles, além da clara influência shakesperiana em alguns poemas e da obra em si mesma, o que a enriquece e até mesmo estabelece uma continuidade artística com os poetas citados, mesmo tênue.

A terceira parte do livro é mais madura, sombria e amarga, porque temos a morte sendo a amada, o amor apaixonado de outrora agora transformado em dor pelas circunstâncias da vida e um poeta que finalmente nasce por completo, de corpo e alma. Ele precisa enfrentar o peso da existência e o lado feio da realidade que o cerca, caminho este que todos os poetas devem enfrentar sem vacilar para conseguirem ganhar todas as batalhas - e o Eu lírico, no fim, demonstra estar pronto para tarefa.



Título: Alquimia da Tempestade e Outros Poemas
Autor: D. G. Gucci
Editora: 7 Letras
Nº de páginas: 105
Classificação:

Livro cortesia da Oasys Cultural.

Leia também

0 comentários

Hey ;) Obrigada por deixar o seu comentário e volte sempre!