Tecnologia do Blogger.

Top 5 Clássicos Juvenis

by - quinta-feira, março 01, 2018


Quem não gosta de literatura juvenil?

Antes mesmo da Paula Pimenta ou o John Green fazerem sucesso com os leitores mais novos nos últimos anos, muitos outros autores deixaram o seu legado para a literatura voltada para este público peculiar. Aqui no Brasil, por exemplo, muitos livros se tornaram consagrados devido a uma série de livros dedicada exclusivamente para o público juvenil, a série Vaga-Lume. 

Quem foi criança nos anos 80, 90 até a metade dos anos 2000 vai se recordar da série. A coleção de livros foi publicada pela Editora Ática a partir de 1973 com foco no público infanto-juvenil, eternizando muitos clássicos desde o início da sua publicação. 

Porém nesta lista que separei - a maioria de autores brasileiros - não temos apenas a série Vaga-Lume dando as caras, mas também outros autores famosos incluindo estrangeiros. Todos eles foram livros que marcaram a minha vida e de muitos outros leitores também, além de serem histórias inesquecíveis e apaixonantes. Além disso, os livros citados são excelentes para os jovens na faixa etária de 12 a 16 anos que ainda não desenvolveram gosto pela leitura.



5

Um Cadáver Ouve Rádio (1983)

Marcos Rey




Terceiro livro da série sobre os amigos Léo, Gino e Ângela (mas você pode ler sem ter lido O Mistério dos Cinco Estrelas e O Rapto do Garoto de Ouro do mesmo autor) e que faz parte da série Vaga-Lume, conta a história de um misterioso assassinato em um prédio abandonado, com o curioso detalhe de um rádio estar presente na cena do crime. 

Lembro que quando me deparei com esta série do Marcos Rey envolvendo três amigos que resolvem crimes que a polícia não consegue resolver, foi um alívio para o sentimento de orfandade que eu estava após concluir uma série aí famosa da literatura juvenil que tem a mesma premissa rs... 

Por mais mais "irreal" que três pré-adolescentes façam serviço de gente grande, é uma delícia acompanhar a jornada desses garotos, sem mencionar a ansiedade para descobrir o assassino. 

4

O Escaravelho do Diabo (1974)

Lúcia Maria Machado



O jovem Alberto decide investigar as circunstâncias estranhas da morte do seu irmão Hugo após este último receber um pacote com um escaravelho. Com a ajuda do inspetor Pimentel, o garoto descobre que houve outras vítimas que morreram da mesma forma misteriosa...

O Escaravelho do Diabo é um dos grandes clássicos da literatura infanto-juvenil dessas terras, tanto que é um dos romances mais famosos da série Vaga-Lume, e que ganhou uma adaptação para o cinema. Mesmo com o título um pouco "assustador" a história é uma excelente mescla de suspense e mistério, mas com leveza nas palavras, o que a torna inesquecível depois da leitura. 


3

As Aventuras de Tom Sawyer (1876)

 Mark Twain




Criança do século XIX que vive às margens do rio Mississipi no EUA, Tom Sawyer é um garoto frenético, cheio de energia e imaginação, mas que é muito travesso. Vive com a tia Polly e a prima Mary e sempre está andando por aí com o seu amigo e parceiro de todas as horas, Huckberry Finn. Os dois, apesar de se meterem em confusões no pequeno povoado onde vivem, possuem aquela inocência infantil que encanta qualquer leitor, de qualquer idade.

Tom Sawyer virou um ícone da cultura norte-americana desde a publicação da série, que ainda é precedido dos livros As Aventuras de Huckberry Finn (1884) As Viagens de Tom Sawyer (1894) e Tom Sawyer Detetive (1896). Mark Twain se inspirou na própria infância para compor essas aventuras, que preencheram a imaginação de milhares de crianças ao redor do mundo, incluindo a pessoa que vos escreve. Humor, aventuras e sátiras, Tom e sua trupe não poderiam ter sido excluídos daqui.


2

A Droga da Obediência (1984)


Pedro Bandeira




Best-seller juvenil brasileiro, A Droga da Obediência narra a aventura dos adolescentes apelidados de Miguel, Calú, Crânio, Magrí e Chumbinho - que forma os Karas - durante o desaparecimento de vários estudantes de colégios diferentes. O livro é o primeiro de uma série de cinco livros protagonizando os personagens, que além de amigos, formam uma pequena sociedade secreta no Colégio Elite com direito a códigos de comunicação e conduta. 

Li, reli e li várias vezes este queridinho aqui (pena que nunca completei minha coleção). Foi o primeiro que me chamou a atenção quando passei a frequentar a biblioteca nos anos de escola e foi difícil largá-lo! Creio que foi por causa deste romance que passei a adorar histórias de detetive como meu querido Sherlock Holmes, por exemplo, no qual virei fã alguns anos mais tarde. 

Já falei sobre os Karas aqui no blog faz um tempinho, e e não poderia deixar de citá-los nesta lista rs. Mesmo após mais de trinta anos desde a primeira publicação, A Droga da Obediência continua sendo um favorito de leitores de várias gerações.



Menção Honrosa

As Crônicas de Nárnia (1949-1954)

C. S. Lewis


Composta por sete livros, As Crônicas de Nárnia narra as aventuras de diversas crianças do nosso mundo (creio que a exceção seja no livro O Cavalo e seu Menino) no Reino de Nárnia, onde os animais falam e a magia é muito presente. Mas elas não estão sós em suas peripécias, pois contam a ajuda de Aslam, o Grande Leão. A série mistura diversos elementos do Cristianismo, da mitologia nórdica e grega e dos queridos contos de fadas. 

Eu não poderia não citar As Crônicas de Nárnia aqui, pois é impossível não se encantar por Nárnia, seus habitantes ilustres e as crianças protagonistas - exceto o menino de A Viagem de O Peregrino da Alvorada, porque ele era muito birrento rs. Mas vale muito a pena gastar algumas horas lendo a obra completa, que não é somente para crianças...



E o primeiro lugar é...












1

A Marca de uma Lágrima (1985)

Pedro Bandeira




Baseado na obra Cyrano de Bergerac de Edmund Rostand, o livro conta a história da jovem Isabel, poetisa talentosa que numa festa de aniversário se apaixona por seu primo Cristiano. Porém, para sua má sorte, ele é apaixonado por sua amiga Rosana, mas gosta muito de Isabel e a moça acaba que por alimentar o amor dos dois escrevendo poemas para trocarem entre si.

Por que a literatura juvenil não é só suspense rs... Um clássico que se inspirou em outro clássico. Imagine uma história que fica para sempre no seu imaginário, não importa quantos anos se passem. É assim que A Marca de uma Lágrima faz com os seus leitores, com um lirismo e drama que não é muito comum encontrar neste gênero, mas que o querido Pedro Bandeira sabe fazer muito bem, além de tornar crível. Alguns podem questionar se a juventude dos personagens em relação ao amor, mas quem nunca se apaixonou e não foi correspondido quando muito jovem? Merecidíssmo 1º lugar!


Ps: Foi difícil escolher a colocação do pódio entre as duas obras do Pedro Bandeira que são excelentes!


Todos os livros citados você pode encontrar na Saraiva com 10% de desconto usando o Cupom Válido. 

Leia também

0 comentários

Olá. Lembre-se da cordialidade e do respeito. Qualquer comentário desrespeitoso para com a autora ou com terceiros será excluído.

Obrigada.